• Marsurvivor

Killologia Aplicada: Games e a reprogramação neurocombativa - Parte 2

Atualizado: Jan 28


Na primeira parte desta matéria você conheceu a contribuição que os games fornecem para o desenvolvimento de um mindset combativo mais responsivo, sendo utilizados como treinamento até pelos militares americanos. (Para ver a primeira parte da matéria clique aqui).


Nesta segunda parte vamos aprender como fazendo uso podemos desenvolver nossa reprogramação neurocombativa.


Observação importante: As informações presentes nesta matéria são para o público maior de 18 anos, para fins de conhecimento didático, e treinamento combativo baseado na legítima defesa e estrito comprimento legal que estão em nossa constituição e Código Penal. O uso indevido dessas informações, bem como suas consequências é de responsabilidade única e exclusivamente de quem praticar e desobedecer a lei. Então use o cérebro.

Depois de ler a mensagem acima podem iniciar a leitura do artigo abaixo:


Como utilizar os games em nossa reprogramação?

Jogos de tiros táticos e estratégicos em primeira e terceira pessoas tem para todos os gostos campanhas militares, como Division, Ghost Recon, stepphs como Hitman, Splinter Cell, e Assassin Creed, jogos de snyper como o Super Elite são ótimos para ajudar neste exercício.


Inicialmente vamos pegar como exemplo como exercício para desenvolver um mindset combativo mais responsivo um jogo simples e um pouco antigo que todo mundo conhece e já deve ter jogado: Hitman Absolution:


1. Jogue uma primeira vez no modo normal respeitando as regras e evite acertar inocentes. Nesta primeira vez servirá para conhecer o jogo e seguir as regras de conduta esperadas;


2- Jogue a segunda vez, desta vez pense apenas no objetivo não siga as regras mate todos que tiverem entre você e sua missão. Não se preocupe os bots não sentem dor;


3- Jogue mais uma vez as fases mas agora o objetivo é pessoal você vai matar todos os personagens que estiverem no cenário. Não poupe nenhum dos personagens;


4- Jogue agora do modo difícil seguindo novamente as regras não ferindo os bots inocentes.


Parece um exercício simples mas você observará duas coisas interessantes:


- Uma vez que você não se importa com baixas você consegue agir de forma mais catártica e eficiente.


- E mesmo jogando no modo mais difícil os bots do mal parecem mais inofensivos comparado com sua forma de jogar.


Por que isso acontece? Simples, você aprendeu a jogar de forma lógica e não dentro de regras preestabelecidas, justamente o que a killologia faz:


Olhar apenas a meta a ser atingida, sentir prazer pelo dever cumprido e ter pronta resposta por sanguinária que possa ser para neutralizar a ameaça o presente. No jogo da vida real podemos ser colocados em situações em que nossas famílias vão depender de nossa tomada de ação em milissegundos de maneira quase instintiva se travarmos todos morrem. Um combatente urbano em suas preparações tem que entender isso se ele realmente quer ser um lutador efetivo toda seu primitivismo, selvageria e brutalidade deve vir a tona, se tornando uma máquina de combate. E justamente por isso os games são tão efetivo em nossa reprogramação combativa, pois se nossos cérebros são computadores eles funcionam justamente como softwares.


Obras indicadas:


Games:



Lembre-se:


O sobrevivencialista e combatente urbano faz seu próprio

caminho, é o seu próprio mestre, não procure por um Mestre Yoda pra chamar de seu. Seja questionador, faça cursos em lugares credenciados com profissionais com experiência em área de segurança. Afinal autodefesa é um investimento para proteger a sua vida e daqueles que o cerca.

Espero que tenham gostado. Dúvidas, sugestões, deixem nos comentários. Se gostaram de um curtir e compartilhem. Semper fi.


Prof. Marcos Antônio Ribeiro dos Santos


Colaboração:

Dr. David S.



E não esqueça de visitar nossa biblioteca sobrevivencialista virtual, clicando na imagem abaixo:



Sobreviva à tudo e à todos. Seja o seu próprio Mestre. Autodefesa levada à sério

Grupo Centro de Estudo MARS de Sobrevivencialismo Urbano

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo