• Marsurvivor

Sobrevivencialismo Urbano: Dicas para sobrevivencialistas sem-teto


Para o sobrevivencialista preparação é a pedra angular, é a chave de tudo, porém apesar de nos prepararmos corretamente contra possíveis crises como guerras civis, violência entre outras coisas, crises muito mais comuns escapam de nossas preparações. Isso por que pensamos tanto em grande escala no fim do mundo, que esquecemos a possibilidade do "fim do nosso mundo".  Dificuldades financeiras, problemas familiares, desastres naturais ou qualquer outro tipo de evento, a falta de moradia muitas vezes pode surgir do nada, deixando você abandonado, sozinho, e desesperado para sobreviver sem um teto.


Nesta postagem vamos ver algumas dicas que podem nos ajudar e muito a tornar-se mais aptos a sobreviver em uma situação de crise pessoal extrema. Afinal como nós sobrevivencialistas sabemos o rumo da vida sempre pode mudar e muito de um momento para outro.



Vivendo no limite

Ser sobrevivencialista é estar preparado para os piores cenários possíveis, contudo um  cenário que pouco de nós nos preparamos para mudanças é em nossa vida pessoal. É muito mais comodo e divertido nos prepararmos só para contigências do mundo externo, e esquecem que nossas próprias vidas por problemas e tragédias pessoais podem mudar muito rapidamente para pior e nos vermos nas ruas, sem um teto para morar. E é nesse momento que o sobrevivencialismo se faz mais necessário.


Abaixo vamos ver alguns tópicos que podem fazer a diferença entre a vida e a morte daqueles que perderam tudo:


1 - Dormir nas ruas


Vamos começar com uma questão bastante delicada: achar um lugar para dormir. Fatores como intepéries, transeuntes agressivos, roubos e até homicídios cercam o morador de rua. Afinal quando dormimos de acordo com o semáforo da violência de Jeff Cooper estamos na cor branca onde qualquer ataque nos destruíra com a mínima fcilidade. Imagine como sem-teto? Este risco sobe e muito. Um bom exemplo, são inúmeros os casos pelo mundo a fora de sem-tetos que são vítimas de grupos hostis que ateiam fogo enquanto dormem só para se divertir. Para se ter uma idéia só no hospital Tatuapé em São paulo são atendidos mais de trinta casos que sem-tetos queimados por ano.


Então o que fazer:


• Encontre um abrigo: Existem abrigos para sem-tetos que oferecem uma cama quente para a noite e comida. E algumas ainda possuem serviço de assistência social que visa reintegrar o indivíduo na sociedade, auxiliando para fazer novos documentos, a conseguir trabalho e até entrar em contato com familiares.

• Dormir em uma área aberta: Caso você não encontre abrigo e seja forçado a dormir nas ruas, tente encontrar um lugar onde haja outros moradores de rua. Esta área é provavelmente onde a ninguém vai incomodá-los, e também há segurança nos números. Também é possível que algum deles queira  te intimidar para mostrar força, então você precisa se preparar para isso. Se você quiser ter um local mais íntimo, tente procurar por áreas maior, procure um local onde possa ver claramente alguém vindo de qualquer direção.


• Encontre um colchão: Seja cobertores, jornal, papelão ou algum outro material, é importante encontrar algo em que você possa colocar seu corpo para isolá-lo e protegê-lo do pavimento frio e duro, ou das pedras afiadas do chão.



2 - Conheça a área

Antes de montar o acampamento, é importante que você conheça a área. Conheça os negócios e as ruas ao seu redor e caminhe pela área o máximo possível antes de se estabelecer. Fazer isso pode ajudar a mantê-lo seguro, pois não haverá tantas surpresas em cada esquina. Também pode ajudar a receber comida e até pequenos serviços, pois você se tornará um rosto familiar para os transeuntes. Uma maneira crucial de sobreviver em quase todos os cenários é misturar-se ao ambiente.


3 - Roupas


Procure roupas práticas, use o suficiente para cobrir seu corpo e mantê-lo aquecido, você pode usar mangas compridas e camadas de roupas finas. Um par de calças zip-off também é uma boa escolha pois você pode facilmente mudar de calças para shorts. Os bolsos também podem lhe dar armazenamento extra para seus objetos de necessidade. Sempre certifique-se de escolher opções de roupas que tenham muitos bolsos para armazenamento e que sejam cores neutras, como preto, cinza ou bege, isso impedirá que você não se destaque e poderá mantê-lo escondido no escuro ( Afinal como sobrevivencialista você não pode esquecer da diretiva homem cinza). Quando o inverno chegar, guarde casacos grossos de inverno, gorros de lã e muitas meias em seu equipamento de sobrevivência. Além de roupas práticas, você precisa de outros itens para mantê-lo aquecido em seu equipamento de sobrevivência.


Cobertores são essencias porém nem sempre são suficientes em um frio rigoroso, principalmente ao ar livre, então se não houver o suficiente para manter o calor do corpo, ferva a água e coloque-a dentro de garrafas plásticas. Em seguida, cerque-se com essas garrafas de água quente antes de se cobrir com cobertores.



3 - Alimentos


Quando você tem os meios para comprar alguma comida, você precisa escolher com muito cuidado. Não compre alimentos com calorias vazias que não preenchem as suas necessidades físicas, sempre escolha alimentos saúdaveis. Até mesmo para evitar intoxicações alimentares, o mesmo vale para a maioria dos doces.


Por mais que sua situação esteja apertada não pegue alimentos no lixo. O lixo muitas vezes pode ter grande quantidade de alimentos jogados fora que aparentemente estão em boas condições. Se você tiver uma intoxicação alimentar grave ou pegar alguma doença proveniente de bactérias lembre-se que você está sozinho e com difcil acesso a tratamentos médicos e socorro de emergência. e ainda tem o risco de adquirir parasitas.


Compre um par de garrafas de água na loja e mantenha estes com você em todos os momentos. Essas garrafas são recarregáveis, facilitando a ingestão constante de água. Restaurantes de fast food, muitas vezes, permitem que você encha sua garrafa com água, assim como postos de gasolina e outros locais.



4 - Higiêne


Tente manter-se limpo, mesmo que a chance de tomar banho não ocorra frequentemente. Amarzene pedaços de lenços umidecidos em seu equipamento de sobrevivência: sabonetes, xampu, lâminas de barbear, pasta de dentes etc. Ficar limpo vai ajuda-lo a manter a mente saudável, a ideia de esperaça de ser inserido na sociedade.


Ao manter-se limpo e tão apresentável quanto possível, sua autoconfiança e perspectiva de vida melhorarão. Além disso, isso também ajudará você a obter amizades e até pequenos serviço de outras pessoas, já que as pessoas geralmente respondem mais positivamente a alguém que parece limpo e organizado. Falta de higiêne pessoal além de te deixar mais sujeito a doenças, ainda afastará pessoas que poderiam querer te ajudar.



5 - Primeiros socorros


Sempre mantenha um kit de primeiros socorros em seu equipamento de sobrevivência, porque na situação de sem-teto tudo pode acontecer. E você não terá acesso fácil a instalações médicas, então você tem que confiar em si mesmo. Você pode reciclar algumas das suas coisas para aplicar os primeiros socorros, mas você realmente precisa ter remédios com você. Analgésicos, solução anti-séptica, band-aids, pomada antibiótica e pomadas antibacterianas são alguns dos itens que você precisa.


6- Recicle suas coisas


Suas velhas camisas rasgadas, calças ou cadarços podem se transformar em uma corda, bandagens para primeiros socorros ou faixas de suor. Se você tem um chapéu, pode usá-lo para coletar água ou transforma-lo numa espécie de cesto para transportar mercadorias. Use sua criatividade e imaginação e redirecione as coisas para sua vantagem. Dessa forma, você não precisaria de mais coisas para carregar enquanto estiver na rua.


7 - Jornal, mil e uma utilidades


Os moradores de rua usam jornal para uma infinidade de propósitos, a fim de sobreviver. Aqui estão alguns exemplos:


• Roupa de cama: Há uma razão pela qual esse uso é tão comum entre as pessoas desabrigadas, como dito acima o jornal pode funcionar como um lençol para cobrir você quando está dormindo no chão, e uma quantidade espessa de jornal pode agir como um colchão. Você pode até mesmo encher uma fronha antiga com jornal para um travesseiro macio.


• Isolamento: Os sem-teto costumam enfiar suas jaquetas e roupas com jornal para se isolarem do frio. Eles também podem isolar seu abrigo em algumas situações com jornal, a fim de fornecer um pouco de calor extra.


• Fogueira: O jornal pode ser usado como gravetos se você precisar aquecer suas mãos do frio.


• Informação e entretenimento: Não podemos esquecer a importância da informação, mesmo que você esteja vivendo nas ruas. Ler o jornal lhe dará informações essenciais sobre o que está acontecendo no mundo, para que você possa estar melhor preparado para o que está prestes a acontecer e até mesmo entretenimento para manter sua mente fora de sua situação.


8 - Mantenha suas coisas perto


Nunca deixe suas coisas sem supervisão porque os outros podem estar em pior situação do que você. Tenha sempre ao seu lado e não fique muito confortável, mesmo que o lugar pareça seguro. Você não pode se dar ao luxo de ser assaltado quando está desabrigado, já que você tem recursos limitados, então tenha suas coisas prontas e sempre preparadas para sair quando precisar. Agentes de segurança e outros grupos de sem-teto podem expulsá-lo.



9 - Evite conflitos

Esta é uma das habilidades básicas de sobrevivência que você precisa aprender enquanto estiver nas ruas. Evite conflitos a todo custo. A menos que você esteja fisicamente sendo atacado e precise se defender, lutar simplesmente não vale a pena. Você pode acabar com arranhões, hematomas ou mesmo ossos quebrados, e isso é uma coisa ruim já que você não terá acesso fácil a uma clínica ou hospital.


Pior ainda é você parar em uma delegacia por causa de brigas, os seus  agressores vão contar as versões deles e você pode até mesmo acabar em um presídio. Como diz um velho ditado: "nada é tão ruim que não possa piorar". Por isso que você precisa ficar calmo e sempre se afastar dos problemas antes mesmo de começar.



10 - Melhor amigo

Encontre-se um cão de estimação que servirá tanto como seu amigo e companheiro. Mesmo que você tenha outra boca a mais para alimentar, você descobrirá que eles valem a pena. Seu cão de estimação pode até ser seu guarda-costas, protegendo-o de ladrões e assediadores também. Na verdade, os cães são animais leais que ficarão com você através de todos os momentos.




Obras indicadas:


Filmes:






Conclusão


Espero que tenham gostado das dicas acima, mas não esqueçam: Esperança é tudo que move um sobrevivencialista, a luta por um amanhã melhor, e é isso que devem manter em mente. Esta é talvez a coisa mais difícil de dominar quando você está desabrigado. É fácil se tornar cheio de raiva, desespero e depressão quando você está dependendo de doações e dormindo na rua. Assim como um naúfrago, ou alguém perdido em uma floresta, em qualquer situação de sobrevivência extrema a esperança e uma perspectiva positiva podem ser a única coisa que você terá para se agarrar. Sempre Fie.


Dúvidas? Sugestões? Deixem nos comentários. E nos ajude a lutar por uma internet livre onde possamos aprender e compartilhar conhecimento, sem restrição.

Prof. Marcos Antônio Ribeiro dos Santos






22 visualizações
output_aBa1uU.gif
aaaaa1.png

Curta nossa página no Facebook:

Nossas redes sociais:

CONFACMARS.gif

Autor: Marcos Ribsantos

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube

Contador de Visitas

Contador de Visitas

thomas-richter-pistol-blue-turntable.gif

Biblioteca de Armas

Centro de Estudo MARS de Sobrevivenciali

Nossas redes sociais:

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
output_HFM1Yq.gif
CSINerd.png

©2017 by Centro de Estudo MARS.