• Marsurvivor

Seu professor pode te matar


Uma coisa aparentemente inofensiva porém muito perigosa é o  pensamento mágico. Muitas pessoas gostam de imaginar que coisas boas acontecem com pessoas boas e coisas ruins com pessoas ruins, ou ainda que existem formas de se defender autodefesa sem que você precise se machucar ou machucar outras pessoas no processo de aprendizado, só aprender movimentos em academias de determinados estilos com "mestres faixa pretas" e treiná-los. O pensamento mágico pode parecer uma coisa inocente e talvez até inofensiva mas é muito perigosa, principalmente quando estamos lidando com área de segurança e autodefesa.

A verdadeira autodefesa é se expressar de maneira violenta, brutal e feroz para se livrar de uma situação que ameaça a sua sobrevivência ou de um ente querido da forma mais rápida possível. Porém, a grande maioria artes marciais tradicionais vendem a ideia de autodefesa descrita acima, é um segmento esotérico "milenar"  que se você aprender centenas de movimentos pré ordenados e treina-los incessantemente estará preparado para qualquer situação, independente a altura, peso, compleição muscular do agressor, da quantidade de agressores, e mesmo eles estando armados ou não. Isso é no mínimo uma grande ignorância no sentido de segurança e autodefesa, para não dizer má fé.


Como uma pessoa que nunca atuou ou mesmo participou de cursos de segurança como prevenção, uso progressivo de força, curso de tiro ofensivo/defensivo, conhecimento em anatomia humana pode te ensinar sobre segurança? Ou uma pessoa que nunca sequer segurou uma arma de fogo te ensinar técnicas de desarmes, e diga-se de passagem que existem milhares de tecnicas absurdas de desarmes de arma de fogo nestas academias afora, desde segurar tambores de revolveres, até colocar o dedo entre o cão ou atrás do gatilho da arma para o agressor não efetivar disparos. Isso por que se especializar com cursos reais é caro e você ainda vai ter que dispor de tempo e dedicação e a maioria das pessoas principalmente as de má fé querem que as coisas caiam do céu. É muito fácil pra uma pessoa que nunca investiu em sua própria educação, parando no primário ou  ginásio ser chamado de professor ou mestre só por que consegue uma faixa preta.

O pior são os profissionais de má fé que sabendo que não tem qualquer bagagem ou conhecimento real de área de segurança inventam histórias onde lutaram contra diversos agressores na ruas, inclusive contra bandidos armados. Esses péssimos profissionais não tem a mínima preocupação sobre as tragédias que pode ocasionar estas mentiras. Quando entrei para área de segurança selecionei o nome de alguns destes tipos de profissionais que contaram histórias fantásticas deste tipo que bateram em criminosos, e levaram para delegacias e ainda elogiados por policiais pelo seus atos de bravura, e adivinhem não existia nenhum boletim de ocorrência destas histórias, eram todas mentiras. Já contei diversas vezes que vi com muita tristeza dois casos de jovens que frequentam academia que morreram reagindo a assaltos tentando usar aquelas tecnicas pré treinadas dentro da academia, já vi também professores incentivarem jovens a reagirem a criminosos armados alegando que se a pessoa não reage é por que não acredita no que pratica.


Fato é que este mesmo professor que dava aula de determinado estilo tradicional chinês toda vez que chegava uma moça em sua academia ensinava as tecnicas de leque, onde as moças faziam lindos movimentos com os leques que segundo eles poderia ser usado adaptando com qualquer objeto ou mesmos as mãos e contra qualquer agressor. Ora, isso é no mínimo suspeito, haja vista imaginarmos a possibilidade de uma moça de 40 kg encontrar um agressor masculino de 80 kg que queira machuca-la e ela com estes movimentos graciosos poderia domina-lo e neutralizá-lo. Tempo depois o pior aconteceu esta moça foi assaltada na saída da faculdade e tentou utilizar estes movimentos e foi esfaqueada. Teve que passar por cirurgia e felizmente sobreviveu, ficamos sabendo disto pois o seu pai nos contou. O professor, pasmem, um dia vi ele sentado no tatame rodeado de seus alunos e falando: Lembram da aluna fulana, aquilo que aconteceu com ela foi por que ela não praticava como devia, eu estava de passagem indo para o vestiário ao ouvir isso percebi o quão perigosos estes indivíduos podem ser. Posteriormente este professor foi expulso da Associação suspeito por se envolver com alunas menor de idade  porém se filiou a outra federação e hoje continua com grande prestigio e influencia no meio sendo um dos grandes representantes de seu estilo no Brasil. 


Muitos destes ditos "profissionais" não conhecem a verdadeira história daquilo que praticam, mencionam que seus estilos foi criado pelo general X, ou monge Y, só que se esquecem de conhecer por exemplo que em determinado ponto da história seu estilo foi proibido pelo país de origem desaparecendo, e aparecendo posteriormente como forma para competição com regras, ou exibição de movimentos plásticos. É fácil se esconder através de falácias como técnicas milenares, ocultas, secretas, sabendo que a maioria das pessoas não tem acesso a informação, ou não tinham já que hoje na era da internet as informações estão a nossa disposição a um clique de distância. Não a toa que a maioria das academias tradicionais no bairro Liberdade aqui em São Paulo, e  mesmo na própria China fecharam suas portas no século XXI, uma vez que os jovens atuais as veem como irreais e pouco efetivas e sabem a diferença entre atores de filmes marciais e lutadores de verdade.


Não se enganem, treinar autodefesa de verdade cansa, dói, e é necessário dedicação. Movimentos mágicos pré ensaiados não vão te salvar do caos brutal e feroz de uma situação real. Autodefesa, o auto significa próprio, ou seja próprio para quem prática, então as técnicas tem que ser adequadas a sua necessidade e seus objetivos, não se prenda a verdades ou opiniões de outras pessoas, pesquise, faça seu próprio caminho. E caso perceba que está no caminho errado, largue tudo, e comece do zero, nunca é tarde demais para aprender o certo.  Não se prenda a ilusões de faixas ou troféus isto não irá salva-lo quando estiver na calçada e sua vida se esvaindo.


Lembre-se: O sobrevivencialista e combatente urbano faz seu próprio caminho, é o seu próprio mestre, não procure por um Mestre Yoda pra chamar de seu. Seja questionador, faça cursos em lugares credenciados com profissionais com experiência em área de segurança. Afinal autodefesa é um investimento para proteger a sua vida e daqueles que o cerca.

Dúvidas? Sugestões? Deixem nos comentários. E nos ajude a lutar por uma internet livre onde possamos aprender e compartilhar conhecimento, sem restrição.

Prof. Marcos Antônio Ribeiro dos Santos




output_aBa1uU.gif
aaaaa1.png

Curta nossa página no Facebook:

Nossas redes sociais:

CONFACMARS.gif

Autor: Marcos Ribsantos

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube

Contador de Visitas

Contador de Visitas

thomas-richter-pistol-blue-turntable.gif

Biblioteca de Armas

Centro de Estudo MARS de Sobrevivenciali

Nossas redes sociais:

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
output_HFM1Yq.gif
CSINerd.png

©2017 by Centro de Estudo MARS.