• Marsurvivor

Combate Extremo: Cuidado com seus aliados, eles podem te matar!



Tema pouco discutido no meio de autodefesa, porém uma variável muito importante, é o cuidado que em momentos de confronto temos que tomar com as pessoas a nossa volta, amigos e familiares, eles podem se tornar um perigo. Sim, muitas vezes eles podem auxiliar de maneira não intencional o seu agressor. Anos atrás ouvi um professor de autodefesa narrar um caso de um aluno seu, um policial militar, que estava com a namorada em uma lanchonete, e de repente percebeu se aproximando um suspeito que começou a caminhar em sua direção e levar a mão por dentro da roupa para pegar uma arma. O Policial no momento em que levou a mão a cintura para sacar sua arma contra o agressor foi segurado pela sua namorada pelo abraço, que começou a gritar dizendo: O que você vai fazer? A sorte segundo o professor que narrou este caso é que ele já tinha alertado os seus alunos desse perigo e o PM rapidamente chutou a perna da cadeira onde estava a namorada e ela caiu, e uma vez com o braço livre baleou o agressor, neutralizando a ameaça.


Esse tipo de comportamento infelizmente é muito comum nas pessoas não preparadas para conflito, então eles são uma variável que deve ser levado muito em conta em um momento de crise. Nesta matéria vamos discutir sobre esse perigo pouco abordado em autodefesa.



O perigo esta próximo


O fato é que a maioria das pessoas sofrem de hoplofobia, ou seja têm medo de serem responsáveis pela suas própria segurança, e morrem de medo de situações de conflitos, como se isso fosse um estado não natural da realidade. Diante disso, quando elas vem um conhecido seu, seja amigo ou familiar, respondendo a um conflito de maneira física próxima a elas, elas entram em pânico e se enchem de pavor, e seu extinto natural é segurar aqueles que eles conhecem para a situação parar. Só que diante disso o agressor se aproveita da situação e ataca. Lembro de um caso onde um rapaz tinha dominado um agressor numa briga em uma balada e seus amigos o seguraram e o puxaram para trás fazendo com que o agressor esfaqueasse o próprio amigo. Caso semelhante aconteceu recentemente com o lutador de Westling Tássio Felipe dos Anjos Lima, 33 anos, em uma briga de trânsito conseguiu dominar o agressor com um mata leão, porém a pedido do pai o soltou, sendo rapidamente esfaqueado e morto pelo adversário.

O lutador Tássio Felipe foi esfaqueado e morto após soltar o agressor a pedido do pai.


Outro caso interessante para analisarmos é o caso do homicídio em um clínica veterinária onde um casal estava discutindo com o veterinário sobre o preço de um procedimento, e revoltados com o atendimento começaram a filmar o profissional com o celular, e este irritado atacou o cliente batendo no aparelho. O rapaz se defendeu desferindo dois socos e deixando o médico veterinário cambaleando, mais um ou dois golpe aparentemente já seria suficiente para nocauteá-lo, porém, a namorada entra no meio da briga e impede o namorado de continuar, o veterinário se recupera e puxa uma pistola e descarrega contra o rapaz o matando e ainda fere a moça. Veja o vídeo abaixo:


O que fazer?


Em relação a seus familiares, sempre explique para eles que em momento de conflito inevitável onde você precise se defender fisicamente devem se afastar, não se envolverem em hipótese alguma na situação e buscar ajuda policial se possível. Agora se você estiver com amigos a situação se complica, pois em um momento de crise o instinto vai fazer com que segurem aquele que lhe é familiar, menos perigoso, ou seja você. Então o melhor é você não perder a visão a sua volta no momento do confronto e caso perceba que seus amigos estão se aproximando de você grite para não o segurar, e os ameace se necessário, e se mesmo assim não adiantar e começarem a tentar segura-lo os tratem como ameaça, pois de fato o são. Distribua cotoveladas, socos, chutes, continue gritando para se afastarem e saia de perto do alcance deles. Mais vale perder uma amizade do que sua vida.


Lembre-se: O sobrevivencialista e combatente urbano faz seu próprio caminho, é o seu próprio mestre, não procure por um Mestre Yoda pra chamar de seu. Seja questionador, faça cursos em lugares credenciados com profissionais com experiência em área de segurança. Afinal autodefesa é um investimento para proteger a sua vida e daqueles que o cerca. Sempre fie.

Dúvidas? Sugestões? Deixem nos comentários. E nos ajude a lutar por uma internet livre onde possamos aprender e compartilhar conhecimento, sem restrição.

Prof. Marcos Antônio Ribeiro dos Santos

output_aBa1uU.gif
aaaaa1.png

Curta nossa página no Facebook:

Nossas redes sociais:

CONFACMARS.gif

Autor: Marcos Ribsantos

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube

Contador de Visitas

Contador de Visitas

thomas-richter-pistol-blue-turntable.gif

Biblioteca de Armas

Centro de Estudo MARS de Sobrevivenciali

Nossas redes sociais:

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
output_HFM1Yq.gif
CSINerd.png

©2017 by Centro de Estudo MARS.