• Marsurvivor

Papo reto: O cárcere mental e o sobrevivencialismo

Atualizado: 31 de Jul de 2019


Muitos infelizmente veem o sobrevivencialismo apenas como uma cultura de autossuficiência naturalista ou uma forma de se, mas é muito mais que isso. Ele prima pela expressão máxima do ser humano, onde ele entra em contato com seu poder pessoal que está muito além do escalonismo hierárquico tecnossocial. Infelizmente a maioria das pessoas desconhecem esse poder pessoal e o entrega ao primeiro que chega a sua frente oferecendo segurança: governistas, gurus teofilosóficos, grupos, associações, ONGS entre outros.


A pior pena que podemos sofrer não é a prisão que nos tira a liberdade física mas a nossa liberdade de pensar, questionar e assim de nos conhecermos. Quem podemos ser? Quem realmente podemos ser? Se perguntar para qualquer um desses ditos homens gurus em nossa sociedade todos te dirão: Seja uma boa ovelha. Não reclame, não pense demais, aceite o mal como o bem, não seja violento mas aceite a violência dos outros, não reaja. Mantenha a cabeça baixa. 

Na imagem acima vemos políticos debochando e comemorando a derrubada do Decreto que regulamentava e facilitava o porte de arma para o cidadão. Em um país com 64.000 homicídios e latrocínios e 62.000 estupros, e com mais de cem facções criminosas espalhadas por todo o território nacional, você acha que eles estão rindo da derrota de quem? De quem criou o decreto ou de você cidadão que não poderá salvar a sua família caso tenha sua propriedade invadida? Será que estes mesmos políticos têm seguranças protegendo os seus patrimônios? Patrimônios esses comprovados que em muitos casos a luz da Operação Lava jato se mostrou sendo comprado com fortunas subtraídas de nossos cofres públicos ao longo de décadas?


E mesmo assim uma grande parte da população simplesmente prefere viver nas sombras de seus manipuladores gurus religiosos e políticos aceitando abrindo mão de seu poder pessoal e abraçando a cultura da não violência, acreditando que esta castração psicológica o ajudarão a sobreviver e continuar suas existências de "cabeças baixas". Muitos chegam a proteger esse sistema como verdadeiros portadores da síndrome de Estocolmo.

Na cena acima do filme Matrix de 1999 o personagem Morpheus faz esse apontamento para Neo sobre a natureza frágil das pessoas que fazem de tudo para se sentirem seguros até mesmo proteger o sistema que as aprisionam.


O sobrevivencialismo é o caminho do auto-aperfeiçoamento e da descoberta de um novo mundo. Mas não se engane muitos tentarão te tirar do caminho, dizendo que você está errado em pensar e agir diferente. como sobrevivencialista e combatente urbano siga seu próprio caminho, pare de procurar um Mestre Yoda pra chamar de seu Semper fie.


Dúvidas? Sugestões? entre em contato conosco para melhorarmos nosso trabalho.



Prof. Marcos Antônio Ribeiro dos Santos

25 visualizações
output_aBa1uU.gif
aaaaa1.png

Curta nossa página no Facebook:

Nossas redes sociais:

CONFACMARS.gif

Autor: Marcos Ribsantos

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube

Contador de Visitas

Contador de Visitas

thomas-richter-pistol-blue-turntable.gif

Biblioteca de Armas

Centro de Estudo MARS de Sobrevivenciali

Nossas redes sociais:

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
output_HFM1Yq.gif
CSINerd.png

©2017 by Centro de Estudo MARS.