• Marsurvivor

Monstros existem e estão entre nós - Parte I

Atualizado: Jan 13


Para o homem comum sempre foi difícil reconhecer a existência de predadores humanos na sociedade. Devido a isso no período da Idade Média surgiram a origem de mitos como lobisomens, vampiros e bruxas, e também a fábulas como chapeuzinho vermelho, João e Maria, pois era mais fácil acreditar em criaturas fantásticas caçando e matando por prazer seres humanos do que a existência de indivíduos predadores que hoje conhecemos a luz da ciência como psicopatas. Assassinos em série, canibais, adoradores do diabo, terroristas entre outros vagam pela terra se satisfazendo com dor e sofrimento dos mais fracos.


Assim sendo nesta postagem estaremos divulgando materiais para divulgar para todos vocês para que possam conhecer e orientar seus amigos e familiares quanto ao "modus operandi" e perfil psicológico de tais criaturas.


Antes de prosseguir leia com atenção: Nossas postagens tem como objetivo levar conhecimento e informação sobre temas referentes a legítima defesa e estrito cumprimento do dever legal presentes em nossa Constituição Federal e Código Penal. O uso indevido dessas informações bem como suas consequências são de responsabilidade única e exclusivamente de quem as praticar. Por isso use o cérebro!!!

Após ler a mensagem acima pode continuar a leitura da matéria abaixo:

A verdade nua e crua

John Wayne Gacy na imagem acima, empresário de sucesso, envolvido e respeitado na política, ótimo pai e vizinho. Matou, torturou e estuprou ao menos 33 adolescentes entre 1972 e 1978 vestido como seu personagem o "Palhaço Pongo". Exemplo de predator urbano que vive em meio a sociedade acima de qualquer suspeita.


Nosso objetivo é único e exclusivamente é divulgar e trazer informações sobre perfil criminal dos predadores urbanos. Entendemos que para muitos possa ser difícil e é melhor não conhecer ou simplesmente ignorar a verdade sobre o que acontece a sua volta. Mas lembre-se que eles não esquecem de você e nem de sua família, no Brasil atualmente são 64.000 mortos em homicídios e latrocínios por ano, sem contar os desaparecidos, mortes a esclarecer e encontros de cadáver, e além disso 600 policiais mortos por ano nesta guerra. Também anualmente são contabilizados uma média de 62.000 estupros e milhares de roubos em todo território nacional. Então pense bem se realmente prefere ser mais uma ovelha alheia no rebanho.




Vídeos:












Dúvidas? Sugestões? Entrem em contato com agente para podermos melhorar nossos serviços.


Prof. Marcos Antônio Ribeiro dos Santos



Grupo Centro de Estudo MARS de Sobrevivencialismo Urbano

25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo