• Marsurvivor

Combate extremo: Você apanhou, e agora?



Você estava levando tranquilamente sua vida e de repente um valentão apareceu e te derrotou publicamente, acabando com sua autoestima e te deixando o sentimento de humilhação e vergonha pública, fraqueza e incapacidade de se defender. Para muitos isso pode lhe deixar marcas irreparáveis psicologicamente, sempre carregando esta lembrança amarga, o deixando paralisado para o resto da vida quando estiver em uma situação de confronto. Algumas pessoas chegam a dizer que um homem jamais se recupera de tal situação. Felizmente isto é uma grande mentira, uma afirmação mais baseada no ego do que na realidade. Até por que traumas muito piores são tratados pela área da saúde.


Na matéria de hoje vamos conhecer algumas dicas de como iniciar o processo de recuperação da autoconfiança para que você possa reassumir o seu lugar como guerreiro no mundo.




Se reestruturando física e psicologicamente


Até o Batman já tomou um sarrafo federal e foi quebrado física e psicologicamente pelo vilão Bane.


Psicologicamente a derrota em um confronto deixa marcas profundas, que a pessoa pode levar para o resto da vida, tendo medo a partir de então de reagir. Nosso cérebro é condicionado em um momento de conflito a apresentar três possíveis respostas: lutar, fugir ou ficar paralisado. Geralmente quando alguém apanha em público, em muitos caso isso deixa-o incapaz de reagir para o resto da vida, com perfil de vítima, como o rato que fica paralisado diante da cobra que vai dar o bote sabendo de sua incapacidade de mudar o triste fim. Em primeiro lugar a pessoa deve entender que levar a pior em um confronto é normal, e você não deve se torturar e nem se preocupar com a opinião das outras pessoas.


Ao contrário dos filmes de ação ninguém é invencível, até mesmo os maiores campeões do mundo como o boxeador Mike Tyson, e o lutador de vale tudo Anderson Silva encontram a sua derrota em algum momento da vida. O que importa é o que você pode fazer a partir deste momento para superar este medo de lutar e recuperar a sua segurança e consequentemente o seu poder pessoal. Aceitar a derrota como uma coisa normal devido o seu despreparo e falta de conhecimento de autodefesa é o primeiro passo.  Depois disso vem a jornada para reconquistar a confiança. Vamos ver aqui alguns passos a seguir:



1. Fuja do vitimismo e escapismo


Algumas pessoas quando sentem a dor da humilhação e derrota em uma luta ao invés de buscar o seu fortalecimento e conquistar seu lugar no topo da cadeia alimentar faz o caminho inverso, busca o caminho da não violência adotando filosofias e doutrinas de autoajuda escapistas. Isso acontece como forma de negação do evento traumático que sofreu, afinal se ele nega a necessidade do uso da  violência ele se sente como superior mesmo na derrota e aquele que o agrediu é uma pessoa "espiritualmente" fraca. Isso trás conforto se sentindo mais forte em um mundo ideal, imaginário. Porém isto o enfraquece como pessoa, no mundo que realmente importa, no mundo real. Aceite a derrota pelo que ela é, uma derrota, uma constatação de seu despreparo de se contrapor fisicamente a um conflito frente a um inimigo, não transforme em uma desculpa para se esconder em filosofias pífias, mascarando sua incapacidade de autodefesa em virtude. Lembre-se amanhã poderá aparecer uma situação ainda pior e você não ser capaz nem de proteger daqueles que ama e dependem de você, e está filosofia não esconderá a verdade: que você foi covarde e aceitou seu lugar como vítima não reativa. Transformar fraqueza em virtude nunca ajudou ninguém.



2. Comece o seu condicionamento físico



Como dissemos acima, o primeiro passo é você se perdoar e aceitar que é normal ser derrotado, e o próximo passo é o fortalecimento físico, mental, e espiritual. A musculação e o condicionamento cardiorrespiratório não só te transforma em um combatente mais forte e mais resistente fisicamente como vai trabalhar e muito sua autoestima. Uma vez que você se visualizar mais forte fisicamente, você se reconhecerá fisicamente como uma pessoa mais forte, afastando sua imagem antiga de fraco.


3. Treine autodefesa de forma séria



Busque um sistema de autodefesa sério, ou combate corpo a corpo eficaz, isso não só o fortalecerá fisicamente, te fazendo sentir capaz de reagir fisicamente em uma situação de crise, como te fará sentir psicologicamente capaz. Imagine por exemplo que antes você não sabia o mínimo sobre boxe, ou uso de faca e agora você já começou a conhecer as técnicas, isso com certeza irá te distanciar da autoimagem de despreparado e fraco que tinha de si mesmo, depois da derrota. Porém duas coisas a considerar:


Primeiro nunca pense duas vezes em largar um curso que não está funcionando, não se renda em faixas ou títulos. se você tinha uma graduação em algum estilo e isso não te ajudou em nada na hora do conflito largue isso. o desapego ´o primeiro passo para a sabedoria. Aprenda a se livrar daquilo que não está te ajudando. Conceitos como uso progressivo de força, equalizadores de força, armas improvisadas, conhecimento em anatomia humana,  devem fazer parte de seu conhecimento e habilidade como combatente urbano


Procure por cursos e profissionais credenciados e de referência com experiência em área de segurança. Fuja de artes marciais tradicionais com todo seu esoterismo e filosofia escapista.



4. Auto-hipnose (Reprogramação neurocombativa)



Técnicas de auto-hipnose são muito boas para te ajudar a reconstruir e recondicionais novas formas de encarar determinadas situações. A auto-hipnose é frequentemente usada para modificar comportamentos, emoções e atitudes. Muitas pessoas usam a auto-hipnose para lidar com problemas da vida cotidiana, auxilia a abandonar vícios, emagrecer com mais facilidade, aumentar confiança, reduzir a timidez, aliviar o estresse e a ansiedade, desenvolver novas habilidades dentre outros benefícios.


Nos esportes, a auto-hipnose pode melhorar o desempenho atlético de homens e mulheres. E também pode ser útil para pessoas que sofrem de dores físicas ou doenças relacionadas ao estresse. Assim como a surra que você levou de condicionou a não reação e paralisar por causa do trauma a auto-hipnose pode te recondicionar a despertar sua reação. Você pode ter baixar a nossa RNC clicando nos links abaixo:


RNCmars.mp3


RNCmars.mp4




5. Crie  um personagem



Uma forma muito recomendada para a construção ou reconstrução de nossa persona são as representações e assimilação de arquétipos. No caso o arquétipo junguiano do herói pode trazer a força necessária para a reconstrução o seu self, a forma que você se vê e se mostra ao mundo.


Seu Personagem: Imagine uma pessoa ou personagem que você considere forte, lutador e feroz que aja com ferocidade e brutalidade extrema para atingir suas metas e neutralizar a ameaça e salvar as pessoas.


1. Num primeiro momento lembre pense nesse personagem na terceira pessoa, como ele se move, fala se expressa, pense nele como uma pessoa real;


2. Depois imagine você sendo ele e vestindo sua personalidade andando, falando se portando igual a ele , e as pessoas reagindo a você como se você fosse o personagem;


3. Agora imagine situações como pessoas invadindo a sua casa e você tem que proteger as pessoas que ama. Ou você está na rua e se vê cercado por inimigos prontos a machuca-lo juntamente com as pessoas que o acompanham. Você sendo esse personagem qual seria sua reação? Como reagiria? Qual seu nível de ferocidade e brutalidade? Imagine uma história curta com você sendo esse personagem.


4. Agora durante o seu dia a dia conforme sua mente vai ficando cada vez mais confortável e próxima do perfil do personagem que você escolheu procure reproduzir o sutilmente o comportamento e as observações do seu personagem a sua realidade. Sim, você entrou na realidade dele agora ele entrará na sua. O cérebro não diferencia estímulos reais de não reais por isso gostamos tanto de games, filmes de ação e a indústria pornô faz tanto sucesso. Você fazendo esse exercício logo você sentira de maneira real a confiança do seu personagem e posteriormente sentirá que essa confiança vem de você mesmo, porém você conhecia. Conforme for desenvolvendo esta metodologia poderá fazê-la do seu próprio jeito, até utilizando uma música tema para ficar mais relaxado e com uma imersão melhor e, sua experiência.



6. Busque ajuda profissional



A busca de um profissional na área da saúde é sempre bem vinda, eles são habilitados e possuem conhecimento e tecnicas para livrar de traumas e redireciona-las. Então caso sinta necessidade busque ajuda de profissionais como psicólogo ou psiquiatras.



Obras indicadas:


Livro:



Filme:





Lembre-se:

Adquirir confiança é uma jornada difícil no processo de desenvolvimento do ser humano, recuperar confiança é pior ainda, mas não desista. Recuperar o controle da sua vida é a base para o sucesso e um vivência plena. Não aceite ou se deixe levar por argumentos e conselhos de terceiros , que na maioria dos casos não tem realmente a intenção de te ajudar, ma apenas apontar os seus erros, o único ponto de vista válido é aquele que te direciona para o sucesso.


Essa matéria tem como objetivo de apresentar técnicas existentes para torná-lo um melhor combatente urbano, porém caso realmente seja necessário procure orientação médica ou psicológica. E faça cursos em locais credenciados com professores com experiência em área operacional e segurança.


O sobrevivencialista e combatente urbano faz seu próprio caminho, é o seu próprio mestre, não procure por um Mestre Yoda pra chamar de seu. Seja questionador, faça cursos em lugares credenciados com profissionais com experiência em área de segurança. Afinal autodefesa é um investimento para proteger a sua vida e daqueles que o cerca. Sempre fie.

Dúvidas? Sugestões? Deixem nos comentários. E nos ajude a lutar por uma internet livre onde possamos aprender e compartilhar conhecimento, sem restrição.

Prof. Marcos Antônio Ribeiro dos Santos

17 visualizações
output_aBa1uU.gif
aaaaa1.png

Curta nossa página no Facebook:

Nossas redes sociais:

CONFACMARS.gif

Autor: Marcos Ribsantos

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube

Contador de Visitas

Contador de Visitas

thomas-richter-pistol-blue-turntable.gif

Biblioteca de Armas

Centro de Estudo MARS de Sobrevivenciali

Nossas redes sociais:

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
output_HFM1Yq.gif
CSINerd.png

©2017 by Centro de Estudo MARS.